Publicidade

Escola da Prefeitura de Bataguassu é a melhor de MS e a 5ª do Brasil no Jogo Coopera Cerrado

A Escola Municipal do Campo "Professora Maria da Conceição", de Bataguassu, conquistou o primeiro lugar no Jogo Coopera Cerrado 2ª edição, na categoria Super Sustentável, e o quinto lugar em nível nacional.

09/04/2024 às 08h51
Por: Leila Fonte: Bianca Lima / Ademar Cardoso
Compartilhe:
Escola da Prefeitura de Bataguassu é a melhor de MS e a 5ª do Brasil no Jogo Coopera Cerrado

A unidade escolar está localizada no Assentamento Santa Clara, distante 90 quilômetros da sede do município.

A escola possui 163 alunos na Educação Infantil e Ensino Fundamental. A diretora, Clarice Costa, informa que a inscrição para participar do Jogo Coopera Cerrado foi feita em 2023, por meio de chamamento público.

O resultado da competição foi divulgado em fevereiro e a premiação ocorreu na última quinta-feira, dia 4 de abril. A cerimônia foi realizada no Sindicato Rural, em Campo Grande. Já a premiação nacional acontecerá em Brasília, no dia 9 de abril.

Clarice explica, que, além da Escola Municipal do Campo “Professora Maria da Conceição", outros 13 municípios de Mato Grosso do Sul também participaram da atividade. A conquista do primeiro lugar envolve 38 alunos inscritos das turmas do 7º, 8º e 9º ano do Ensino Fundamental. O grupo foi intitulado como time Tamanduá Mirim e recebeu 860 pontos ao final da competição.

A atividade compreendeu ações de popularização, com o objetivo de sensibilizar sobre a temática sustentável estudantes de escolas públicas.

A competição foi desenvolvida por meio da Jornada de Aprendizagem, que foi constituída por seis etapas presenciais e seis etapas virtuais, nas quais os estudantes foram inspirados a refletir sobre o senso de pertencimento à natureza no bioma Cerrado, seu papel na preservação e na conservação dos recursos naturais, na promoção da produção rural sustentável e de baixa emissão de carbono, além da sua relação com o território, a escola e a comunidade.

Dentro da jornada de trabalho do projeto, foram feitos desafios e missões como a limpeza da reserva, montagem de horta com o envolvimento dos pais dos alunos, plantio da mandioca, reaproveitamento da água do ar condicionado e revitalização da academia. O projeto contou com o envolvimento das professoras Mariza Nantes Fernandes e Adriana Alves Grassieli.

Como premiação, a escola recebeu R$ 8 mil além de um valor adicional de R$ 10 mil para financiar projetos elaborados pela escola para melhorar as instalações ou promover atividades comunitárias e socioambientais, em prol de uma agricultura mais sustentável e resiliente no bioma Cerrado.

“O projeto não só trabalhou na perspectiva da teoria, mas na prática também, e nisso, surgiu a oportunidade das crianças enraizarem valores como a autoresponsabilidade. Para nós, receber esse prêmio é um reconhecimento importante para a nossa comunidade”, disse Clarice.

O PRS – Cerrado

O Jogo Coopera Cerrado é uma ação do Projeto Rural Sustentável – Cerrado (PRS-Cerrado), em conjunto com o Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), por meio do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS), responsável pela execução e administração técnica, financeira e fiduciária do Projeto Rural Sustentável – Cerrado.

Com atuação em quatro estados brasileiros – Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais –, o PRS – Cerrado tem como objetivo mitigar as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) e aumentar a renda de pequenos e médios produtores no bioma Cerrado, por meio da implementação de tecnologias de baixa emissão de carbono.

O projeto é resultado de uma Cooperação Técnica aprovada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com recursos do Financiamento Internacional do Clima do Governo do Reino Unido, tendo o Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) como beneficiário institucional, o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) como responsável pela sua execução e administração. A Embrapa é a responsável pela coordenação científica e a Associação Rede ILPF pelo apoio técnico.